sábado, 8 de novembro de 2008

Um dia...

Um dia aprenderemos. Aprenderemos que as pessoas são esquisitas, ora anjo, ora demônio e isso não adianta mudar, esse é o jogo de nascer humano. Aprenderemos que não importa o quanto dure a noite, a escuridão, e a solidão, se nós aguentarmos uma noite escura, fria e sozinha, nós aguentamos tudo. Aprenderemos que não importa o quanto nós somos legais e leais às pessoas, sempre há alguém que deveria estar do lado oposto ao nosso. Aprenderemos que não é a cor da pele, etnia ou religião que define o caráter de uma pessoa. Aprenderemos que violência gera mais violência. Aprenderemos que jamais deveremos deixar que alguém fale que não somos capazes de alcançar o que queremos. Aprenderemos que nossa vida é um caos porque damos uma grande atençao às pessoas destrutivas, infantis e mesquinhas. Aprenderemos que atrás de todo o rancor desnecessário, e de todo veneno das palavras, existe o medo e o desespero de. Aprenderemos dar mais valor aos humanos e não às maquinas. Ah, meu Deus! Um dia aprenderemos que para ser gente, devemos respeitar nosso raciocínio e valorizar nossa alma!

P.S.: Desculpa³ por abandonar o blog, é que falta criatividade! :B
P.S.: Desisto! Toda vez que vou escrever sobre determinado assunto, escrevo algo TOTALMENTE diferente! Aliás, comentem! Quero saber se ficou bom, ok?!

2 comentários:

Calvin disse...

Aaah Marry, o que são minhas pequenas palavras num comentário perto das suas?! nada né? ahahaha
Parabéns!É uma pena que, quando aprendemos as vezes é tarde demais.

Danny_Willows disse...

Oi, Marry!!!
Não pude deixar de me lembrar de Shakespeare enquanto lia o seu texto.
Você tem muito talento, acho que já te disse isso. Continue assim que você será a melhor escritora desse país.
Parabéns por mais um texto maravilhoso!!!