segunda-feira, 9 de março de 2009

Declaração subentendida.

Oi, meu nome é confusão. É um prazer saber que você está me lendo, então, serei sincera: não gosto de coisas comuns e não sou normal. O sentimento que mais utilizo é o amor, Marisa Monte diz que ele é feio, mas acho tão divertido, faz as pessoas se sentirem confusas, e há coisa mais divertida do que eu, a confusão? Hehe. Acho que não.
No momento estou possuindo a Maria Rita, que está escrevendo, ela está gostando de alguém, e tem certeza que isso não vai dar certo. Estou me divertindo muito com ela. Ela é super confusa, sabe? E quando eu violo todas as leis que ela impõe para não gostar das pessoas, ela fica totalmente perdida e odeia isso, mas quem se importa? Eu não.
Quando ela diz que é fria e sem sentimento, ela mente, não quer parecer indefesa, na verdade, ela é apenas estranha e ocupa muito tempo se confundindo, mas acho que não é fria, muito menos incessível.
Eu sei que quando eu dizer isso, ela vai me odiar. Mas, se você for a pessoa que ela quer tanto no momento, saiba que ela está louca para te dizer “Eu te amo”, mas ela tem medo de perder a amizade.

Um comentário:

b. disse...

'Quando ela diz que é fria e sem sentimento, ela mente, não quer parecer indefesa, na verdade, ela é apenas estranha e ocupa muito tempo se confundindo'

bate aí, porque eu tô na mesma.
Se algum dia eu souber o que eu quero da minha vida, eu juro que eu caso!