terça-feira, 1 de dezembro de 2009

Encontro nada casual.


Imaginemos um dia feliz, tanto faz o clima. Então me colocamos na cena, em uma calçada. E logo em seguida colocamos a Mariska Hargitay, na mesma calçada, no mesmo horário. Pronto, eis as cinco etapas básicas para a minha reação ao ver a diva mais diva o mundo: Choque. Reconhecimento. Tentativa de não surtar. Controlando o surto. Surtando de vez.
Eu ficaria afobada, sim. Mas devo admitir que não sairia nada de útil da minha boca simplesmente porque meu coração estaria a trilhõõões por hora e meu cérebro estaria tentando, humildemente, acompanhar toda aquela alegria esperada por dias e dias. Além disso, o que eu diria? "Mariska, I love love love you! Oh, my diva!". Sinceramente, seria a coisa mais clichê da humanidade! Quem, em sã consciência, viu a Hargitay e não disse isso?
Ok, além do autógrafo e da foto, mesmo eu ficando afobada e demente – mais do que já sou, eu iria me contentar em chamar pelo nome dela com a maior alegria da humanidade, e abraça-la, tentando fazer com que todas palavras presas em mim se soltassem através disso.

5 comentários:

Felicidade Clandestina. disse...

HUASHAUHSAUHSUAHS
Nossa,adorei!
Ai e nem sei o que eu faria se visse a Julia Rob. Na minha frente
Amo demais ela!
Acho que surtaria também
Bjs flor :**

meus instantes e momentos disse...

muito bom teu blog, gostei daqui,
Maurizio

Isa* disse...

Marry, eu me encontrei com ídolos esse ano mesmo e acredite em mim, é bem assim que acontece!
Não saiu nada que prestasse da minha boca, mas foi lindo. (:

Enfim, espero que você um dia consiga encontrar ela, porque sim, ela é muito diva!

Milla disse...

ah eu acho que faria a mesma coisa se topasse com Noel Gallagher no meio da rua..ou talvez ficasse sem reação alguma! tbm é bem possivel :)

beijos

Thais disse...

HAHAHAHA, ameeei isso! \o/

Ah, se eu encontrasse a Mariska numa calçada qualquer... Ai ai!! .-.

Beeijos, Marry.
:**