sexta-feira, 4 de junho de 2010

Pelas coisas que acredito.

Posso parecer desconfiada, desconfiável, porra louca e esnobe. Posso parecer qualquer coisa que você quiser, mas eu sou de verdade tudo aquilo que acredito, acredito tanto que parece uma reza silenciosa, coisa que ninguém vê.
Acredito em perdão sincero, acredito em amor real e acredito em abraço forte. Acredito que um sorriso muda o dia de qualquer pessoa (e dependendo de que dia for, muda a vida inteira), acredito naquele fiozinho de esperança que só você procurar que acha. Acredito em felicidade, em brilho no olhar (e para isso não precisa estar apaixonado por alguém), acredito que para tudo se dá um jeito. Acredito que as pessoas tem um lado chato, bobo, feio... mas que elas tem um outro lado interessantíssimo (ou não). Acredito que pessoas me cansam, que eu me canso, e isso não me impede de ver o lado bom dos outros e de mim mesma. Acredito em anjos e demônios, em meias verdades e em mentiras sinceras. Acredito que uma pessoa se torna interessante pelo tamanho da sua confusão existencial e não pela sua clareza de ideias.
Mas principalmente, acredito em coisas boas e bobas. E deve ser por isso que não sigo muitos padrões, que não sou muito normal e nem tão original.

9 comentários:

Vi disse...

amei *-*
principalmente a parte que fala "Acredito que uma pessoa se torna interessante pelo tamanho da sua confusão existencial e não pela sua clareza de ideias."
porque você conseguiu escrever tudo o que eu apenas guardava nos meus pensamentos.
e acho que é por isso que amo passar por seu blog de vez em quando c:

se cuida :*

Milla disse...

Acho que acreditar é o primeiro passo pra muita coisa mudar ou se manter viva. Pelo menos é nisso que eu acredito :)

Saudades de conversar com você no msn :/

beijos

Luciana disse...

Eu acho que enquanto você crer no que faz, será sempre feliz, Marry.

Felicidade Clandestina. disse...

Nossa , isso me lembrou ''cada ser é um estranho ímpar'' *-* Gostei muito do teu texto. gosto muito de quando ocorre de eu me identificar assim , como senti agora

beijos ;*

C. disse...

São essas crenças que provocam nossas alegrias. Quando deixamos de crer, a magia de certas coisas vai se acabando - e sem a magia, cadê a alegria?
Lindo o texto :)

Renata disse...

Acredito principalmente nos sorrisos e abraços fortes, o resto é resto e a gente aprende e vê com o tempo.

naty c.m disse...

Estou sem palavras, mas de um jeito muito gostoso... O texto foi tão bem escrito, bem elaborado, legal de ler... que nao permite preencher lacunas.
Parabéns querida!
adorei!
beijos

Dk disse...

São nesses textos que eu tenho ainda mais essa certeza: admiro/adoro tua personalidade. =)

gabriela m. disse...


Posso parecer desconfiada, desconfiável, porra louca e esnobe. Posso parecer qualquer coisa que você quiser, mas eu sou de verdade tudo aquilo que acredito, acredito tanto que parece uma reza silenciosa, coisa que ninguém vê.

eu aqui, eu em todo lugar.
vou copiar o texto pra mim, deixa?
nem vou esperar resposta, vou catar logo. beijo :*