domingo, 22 de agosto de 2010

Porque a vida não é um filme.

Ultimamente ando sincera demais, sabe. Com tudo e todos. Mais impulsiva do que sempre fui. Agora em toda boca tem alguém dizendo que pessoas geniais conseguem dar qualquer recado com pouquissímas palavras. Já fui assim, modéstia a parte; mas, sei lá. Ando calma demais, e assim vou percebendo que quando não perdemos o oxigênio, acabamos nos perdendo de nosso gênio.
Há tempos sinto falta dela mesmo ela estando próxima, uma certa dose de intocabilidade. Não ligo. No final tudo dá certo, protagonistas vivem juntos; acaba com um beijo ou um abraço. Foda-se se quer distância agora. Sempre haverá um barzinho qualquer, um maço de cigarros e uma xícara de café. A Torre Eiffel não vai perder o brilho, a chuva vai se repetir nos próximos cinco, dez, vinte anos. E meus braços não se importarão de esperar o final, para abraçá-la e perceber que todas noites em claro valeram a pena, toda esperança em tê-la do meu lado ao acordar em Paris e viajarmos para NY como presente de aniversário.
Brigaremos muito, nos detestaremos muito, mas tempo depois... Todo dia vai ser abraço, sorriso, beijo, orgasmo.

Mas daí vem a minha parte sincera e racional me assolar novamente, sussurrar no meu coração:

- Relaxa e esquece, baby. A vida não é um Hollywood. (Veja mais filmes franceses, seu tolinho).

8 comentários:

DD disse...

Adoro seus textos. Deusmeu. Muito.

Luciana disse...

A torre Eiffel nunca vai perder seu brilho, ainda que você visite Paris sozinha..

Whiskley Lee disse...

Arrasou total. Disse tudo. "Sempre haverá um barzinho qualquer, um maço de cigarros e uma xícara de café."
Simplesmente A-D-O-R-E-I !!! *-*
;***

wellen disse...

Aiii AMEII totalmente d+

Vi disse...

talento. mesmo.
e a vida realmente não é um filme. se cuida :*

Gleice Ribeiro '-' disse...

nossa , amei o seu blog . muito muito lindo *-*

gabriela m. disse...

aah, moça.
você sempre me ganha pelas palavras.

mahpessoa disse...

Lindo texto!
Olha meu blog tbm:
www.mahpessoa.blogspot.com