domingo, 1 de novembro de 2009

Sarjeta e felicidade.

Descobri que sentada numa sarjeta, jogando amendoins para o outro lado do estacionamento, eu me sinto muito mais feliz e de bom humor. Talvez seja porque minha fisioterapeuta está certa: sou extremamente seletiva com tudo, mas completamente desencanada com qualquer tipo de coisa. Vê que estranho.


Eu sou uma contradição e foge da minha mão fazer com que tudo que eu digo faça algum sentido - Pitty.

7 comentários:

Calvin disse...

Eu quis, me perder por aí, fingindo muito bem que eu nunca precisei de um lugar só meu (8)
Ser seletivo é bom. A natureza é extremamente seletiva, por isso ela é assim, perfeita.

Felicidade Clandestina. disse...

Também sou assim,adorei o post...

Às vezes somos uma eterna contradição mesmo

! Bjos mil flor :*

Gabi Petrucci disse...

Memóoorias, nãos são só memórias... (8) Adooooro!
A feliciade está na simplicidade!
:D

Tiêgo disse...

Nossa, que texto legal e simples *-* juro que eu prefiro ler seus textinhos lindos do que me perder lendo horas um imenso!

Blog mara, tá no meu blogroll *-*

Kαяℓiiท௮α disse...

Olá!
Quero dizer que tem "selinho" pra vc, no meu blog!
Espero que goste!
bjux

Meu nome não é Johnny disse...

Texto simples e composto -qq
Muito bom, adorei =)

Juliano disse...

Ser feliz da nossa maneira.!

Beijoooooos