domingo, 11 de abril de 2010

Rir. É suficiente.

O problema de escrever é ser feliz. Ser feliz exige que seu coração esteja completo, sem você precisar amar alguém em particular. Exige tanto espaço que ocupa todas suas entranhas e se torna algo tão grande que você não precisa de muitas outras coisas. Palavras é uma dessas coisas desnecessárias diante da felicidade. Felicidade é algo tão ingênuo que apenas pede pra você inspirar o que há ao seu redor; expirar o que está dentro de ti? Risada já basta.



Antes que eu me esqueça, estou feliz.

7 comentários:

cecilia disse...

É concordo contigo que a felicidade é ingênua,aliás buscamos tanto a felicidade que realmente esquecemos que ela está nos mínimos detalhes.
Como diria Rubem alves só na velhice e na infância que achamos felicidades em uma caixa de bombons!Então quer dizer que uma boa parte da nossa vida procuramos felicidade em certas coisa que não tem!
Beijo

Juliano disse...

Eu também, ando bem feliz ultimamente. E isso é bom de mais né.!

Beijooos

disse...

Que coisa liinda. *_*
Palavras nao combinam com felicidade. Por isso estou louca pra me livrar delas um pouquinho. haha

Milla disse...

Ser feliz ainda é a melhor coisa de todas..Uma sensação que nós deveríamos sentir muito mais, do que sentimos ultimamente :)

beijos

gabriela m. disse...

incrível como rir é coisa que cabe em todo lugar;

Maris Morgenstern disse...

e se não dá pra ser feliz...
que ao menos,
sejamos alegres

Gêsa disse...

A felicidade tá nas coisas simples!
As pessoas é que mascaram demais.