domingo, 6 de setembro de 2009

Humana.

- Não há mais coração aqui, o pouco de que restava virou pedacinhos e caiu. Além de recíproca demais e sincera em excesso, começo a achar que ficarei solitária, sem talentos e uma emocional frustrada. E nem sei se me importo.
- Que eu posso fazer por você? - perguntei, esperando um nada como resposta.
- Me humanize novamente.

Fiquei quieta, tentando achar solução. E a garota também ficou, esperando uma solução, vinda de mim, quase impossível. Ficamos inquietas. Toda a humanidade ecoava na minha mente.

8 comentários:

Calvin disse...

Me identifiquei porque, acho que realmente preciso ser um pouco humanizada.
Sei lá, não sei o que dizer.

Helen Karoline disse...

I need ser humanizada!
nossa mto lindo o primeiro paragrafo! morri-me kk
beijos fofa *-*

[http://myown-rainbow.blogspot.com/]

Dayane Pereira disse...

Gosto da forma como escreve. E do blog em geral, me identifiquei do nome a Clarice..
bjs

Carolda disse...

Ser humanizada. Está aí uma questão muito complexa. Tem como fazer isso? Não sei. Quem sabe fazê-la sentir de novo...
beijo

façaadiferença disse...

você sabe como ser clara em poucas palavras, e sabe tocar as pessoas com seus textos ! parabéns, ganhou mais uma fã, rs ! beeijos e sucesso

Isa* disse...

ai, que texto mais lindo!
até covardia me fazer ler um texto desses no estado triste que eu estou!

Cαmilα ♥ disse...

As vezes tenho a sensação de estar deixando de ser humana. A cada decepção fica mais claro esse sentimento.

Dói.

BeijO
:**

May disse...

Nunca sei o que falar sobre seus textos. São tãao bons, velho ç_ç